Colégios da Rede Jesuíta de Educação arrecadam R$ 180 mil para ajudar o Haiti

Comunidade de cinco colégios promoveram campanhas de doação com verba revertida para as vítimas do terremoto de 2010

Mais de dois anos após um terremoto ter devastado o Haiti, em janeiro de 2010, e ter deixado milhares de vítimas, a Rede Jesuíta de Educação continua se solidarizando com os habitantes da ilha e com aqueles que se refugiaram em outros países. Na campanha ‘Inacianos pelo Haiti, iniciada em 2011 e promovida pelos colégios jesuítas, foram arrecadados R$ 180 mil.

A campanha envolveu toda a comunidade da Rede Jesuíta de Educação – direção, professores, alunos e pais – dos Colégios São Luís e São Francisco Xavier, de São Paulo (SP); Santo Inácio, no Rio de Janeiro (RJ); Loyola, em Belo Horizonte (MG) e Colégio dos Jesuítas, em Juiz de Fora (MG).

A ação dos colégios é parte de uma campanha envolvendo escolas de outros países, lançada pela Federação dos Colégios Jesuítas e Inacianos da América Latina (FLACSI), cujo objetivo é arrecadar fundos para educação das vítimas do terremoto.

O valor arrecadado é enviado à Fundação Fé y Alegria, no Haiti, instituição internacional jesuíta presente em vários países, que atua na construção de escolas e capacitação de professores para garantir a educação de base. As doações foram essenciais para construção, em 2011, do Escritório de Planificação e Desenvolvimento Social do Haiti.

Cada colégio realizou eventos e ações diferentes para arrecadar doações. No São Luís, a campanha levantou fundos com a doação de pais e alunos e também a venda de cupcakes, que os próprios estudantes do 2º e 3º ano do Ensino Médio produziram em casa. A ação continua até o final deste semestre. No Colégio Loyola, entre outras iniciativas, foram vendidos convites para um encontro de ex-alunos. Os alunos do Colégio Santo Inácio promoveram lanches temáticos, palestras, apresentações musicais e de danças, além das doações que resultaram em um montante significativo. No Colégio dos Jesuítas e no São Francisco Xavier o valor arrecadado veio da colaboração de alunos, pais, professores e funcionários.