Funcultura aprova o projeto “Manuteção do Coral Marlos Nobre”

Serão realizados cinco concertos de canto erudito em comunidades do Recife, Região Metropolitana e nacidade de Moreno

 

foto
 
O Funcultura aprovou o projeto “Manutenção do Coral Marlos Nobre”, apresentado pela Unicap (Universidade Católica de Pernambuco), por meio do assessor cultural, Léo Tabosa (foto). Serão realizados cinco concertos de canto erudito em comunidades do Recife, Região Metropolitana e nacidade de Morenoem 2013. A ação faz parte da inclusão social das pessoas que não têm acesso à música clássica e erudita.
 
Os locais das apresentações serão as igrejas de Santo Amaro, Madre de Deus e Igreja dos Frades Menores, no Recife; o Mosteiro de São Bento, em Olinda; e a Igreja de Nossa Senhora da Conceição, em Moreno. Os recitais serão gratuitos e todos serão financiados pela lei de incentivo à cultura. Vinte e três pessoas vão participar das apresentações. O regente do Madrigal, Irmão Pires, comemorou: “Eu esperava há muito tempo por isso. Oprojeto é muito importante para o coral”.
 
É necessário o apoio na manutenção dos corais que, na maioria das vezes, trabalham em situações inadequadas de segurança e conforto. Há muito a ser feito pela sociedade comprometida com o desenvolvimento sociocultural e econômico. Um papel especial compete aos meios de comunicação, que assumindo compromisso com a formação e a educação poderiam contribuir de forma muito positiva para a difusão da cultura musical.
 
É preciso ações de valorização da música produzida em Pernambuco, num âmbito muito mais abrangente, promovendo outros estilos e gêneros musicais.É fundamental apresentar propostas que dinamizem e dêem oportunidades à população de usufruirem também da música clássica e do canto erudito.
 
Por Rodrigo Sobreira