Núncio apostólico de Cuba comenta mudança nas leis de Cuba

A partir de 2013 os cubanos poderão sair da ilha exclusivamente com o passaporte

 

fotoA partir de 14 de janeiro de 2013 os cidadãos cubanos poderão sair da Ilha exclusivamente com o passaporte. Esta novidade foi anunciada esta terça-feira pelo governo de Havana. Depois de 50 anos, não será mais necessário, portanto, o visto obrigatório para deixar o país. Também não será mais necessária uma carta-convite de um cidadão do país de destino e o tempo de permanência fora do país aumentou de 11 a 24 meses. Trata-se de mais uma medida do quadro de reformas anunciadas pelo irmão de Fidel Castro, Raul, e que era uma das mais aguardadas. 
 
O núncio Apostólico em Cuba, Dom Bruno Musarò (foto) explicou. “Esta reforma da política migratória é uma mudança muito aguardada. Trata-se de um evento histórico? Bem, certamente é um passo muito importante. As práticas burocráticas se tornam menos rígidas. Agora, precisa ver quantos poderão viajar. Esperamos que beneficie todos os cubanos”.
 
 
Ainda segundo Musarò, muitas pessoas, como os jovens, se aproveitarão da nova lei para sair de Cuba. “Certamente haverá esta vontade de emigrar. Os jovens, talvez para aperfeiçoar os estudos, vão querer sair. Depois veremos a situação que se apresentará no futuro”.
 
Fonte: Rádio Vaticana