Lema da JMJ inspira concurso ´Histórias de Natal´

Objetivo é ser um instrumento de preparação da Jornada

 

foto
 
“Ide e fazei discípulos entre todas as nações” (Mt 28, 19). O lema da Jornada Mundial da Juventude Rio 2013 também é a inspiração para a edição deste ano do concurso de contos “Histórias de Natal”. Em sua 10ª edição, com o apoio da Jornada, o concurso tem o tema “Natal: uma festa para os jovens” e como objetivo, ser um instrumento de preparação para a Jornada, realçando que a mensagem do Evangelho é profundamente destinada ao jovem.
 
O concurso artístico literário tem como objetivo resgatar o sentido cristão autêntico do Natal e promover novos talentos literários entre crianças, jovens e adultos. Para incentivar esses novos talentos, o “Histórias de Natal” oferece prêmios e certificados aos primeiros colocados de cada categoria.
 
Para fazer a inscrição, o participante deve acessar o endereço eletrônico e preencher os campos. O prazo limite para o recebimento dos trabalhos será dia 15 de novembro de 2012, às 18 horas, horário de Brasília.
 
O concurso é organizado pelo Centro de Estudos Culturais e pelo Movimento de Vida Cristã, em parceria com a Fundação de Cultura e Turismo de Petrópolis, a Universidade Católica de Petrópolis e a Academia Petropolitana de Letras. Segundo os organizadores, o concurso pretende mostrar que no centro da mensagem do nascimento de Jesus para o homem está o mandamento do amor e que essa busca de um amor verdadeiro, de alguém que esteja disposto a dar a vida pelo irmão, é também uma característica do jovem.
 
foto1Para um dos diretores do Setor de Preparação Pastoral do Comitê Organizador Local (COL) da JMJ Rio2013, Padre Leandro Lenin (foto), o concurso privilegiou, neste ano, o lema da Jornada, para mostrar aos jovens que eles devem anunciar a todos os povos que Jesus nasceu.
“O nascimento do Senhor Jesus é algo que não se pode calar. A maioria dos participantes é jovem e por isso, apoiamos essa iniciativa, pedindo também que os jovens participem e usem sua criatividade e inspiração para que a tradição dos contos de Natal possa cada vez mais ser colocada para frente e para que possamos usufruir dessas histórias que dão o verdadeiro sentido do Natal”, explicou.