Fazenda escola na Guatemala amplia educação florestal

Instituto do Fé e Alegria oferece programas acadêmicos em várias áreas

 

 

foto
 
A Fazenda Escola Ja Vuh faz parte da paróquia jesuíta da Natividade da Virgem Maria, em Totonicapán, na Guatemala. Após 20 anos de atividade, a escola agora pretende se tornar um centro regional de educação Agro-florestal, além de um centro para práticas agrícolas e florestais.
 
O instituto deu início há três anos as obras de ampliação dos programas acadêmicos através de formação em agricultura, silvicultura e reprodução animal. O setor agrícola tem instalações para criação de porcos, galinhas e coelhos, um reservatório para resíduos orgânicos, um berçário, espaços para experiências agrícolas, um jardim botânico permanente que pode cultivar mais de 50 espécies de plantas medicinais e um laboratório para os medicamentos de produção naturais. Os medicamentos são produzidos em laboratório equipado com instrumentos de precisão. 
 
foto2Quatro produtos (sabonete, xampu, xarope e pomadas) são preparados e vendidos na mesma fazenda e no ambulatório da paróquia. Ovos, carne, sementes, horticultura, plantas de viveiro e medicamentos naturais também são oferecidos para venda na escola. 
 
A Fazenda Escola Já Vuh pertence ao instituto Fe y Alegría. Totonicapán é uma região agrícola habitada principalmente por quiché, descendentes dos indígenas maias.