Ex-aluno da Unicap conquista prêmio de direção em festival

Daniel Aragão dirigiu o longa Boa Sorte, Meu Amor e levou prêmio no 45º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro

 

foto
 
O ex-aluno do curso de Relações Públicas da Universidade Católica de Pernambuco Daniel Aragão (foto) conquistou no dia 24 de setembro o prêmio de melhor direção pelo filme “Boa sorte, meu amor”, no 45º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro. O longa tem entre os seus produtores executivos o também ex-aluno da Unicap — do curso de Jornalismo — Pedro Severien.
 
foto1A ideia do filme surgiu a partir de uma inquietação do cineasta pernambucano depois do enterro da sua avó, quando histórias do passado esquecido da família foram resgatadas. O longa conta a história de Dirceu, 30 anos, cujas origens remontam à aristocracia latifundiária do Sertão pernambucano. Conformado em uma espécie de amnésia subjetiva, ele tenta enterrar o passado de sua família. Dirceu vive no Recife, cidade cuja paisagem sofre um descontrolado processo de transformação, em parte graças ao seu trabalho em uma empresa de demolição. Maria compartilha as mesmas origens sertanejas, embora use a cidade para outro propósito.
 
Ela é uma despojada estudante de música com alma de artista. Se Dirceu aspira a um mundo estável e presente, Maria vive em discordância com o presente. Para ela, nada é como deveria ser. A presença de Maria, quase uma aparição, desencadeia em Dirceu a urgência por mudanças. Em uma rota de fuga e peregrinação pelo deserto, um encontro singular está marcado para acontecer. O filme é um antirromance do impacto entre a música e o silêncio.
 
Daniel Aragão trabalhou como assistente de direção no filme Cinema, Aspirinas e Urubus, de Marcelo Gomes, premiado com o Prix de la Education na mostra Un Certain Regard do Festival Internacional de Cannes em 2005. Seus curtas A conta-gotas (2006), Uma vida e outra (2007), Solidão pública (2008) e Não me deixe em casa (2009) acumularam prêmios e participações em diversos festivais ao redor do mundo, incluindo Hamburgo, Locarno, Clermont-Ferrand e o IDFA. Em 2007, foi convidado pelo festival de Berlim para participar do Berlinale Talent Campus. “Boa sorte, meu amor” é seu primeiro longa.
 
Abaixo o trailer do filme.

 

 
 
Fonte: Assessoria Cultura Unicap