Fortaleza é mais uma capital a receber réplica do Cristo Redentor

Objetivo da ação é divulgar a Jornada Mundial da Juventude Rio 2013; exposição ficará na Igreja de Fátima

 

fotoFortaleza é a sétima capital do mundo a receber a Exposição Cristo Redentor, com o objetivo de divulgar a Jornada Mundial da Juventude (JMJ), que ocorrerá de 23 a 28 de julho de 2013, com a presença do Papa, no Rio de Janeiro. O evento espera reunir aproximadamente dois milhões de jovens.
 
Segundo “O Globo”, a exposição chegará à Igreja de Fátima, em Fortaleza, no dia 27, e é composta por uma réplica do Cristo Redentor do Corcovado, que possui 3,8 metros e foi esculpida pelo artista plástico Odilon Lima, além de material gráfico com a história do monumento. Na ocasião, haverá celebração e pregação da palavra, presidida pelo reitor do Santuário do Cristo Redentor no Rio de Janeiro, Padre Omar Raposo.
 
A exposição e a réplica começaram a turnê visitando a Cidade do Vaticano, em 1º de abril de 2012, e, desde então, vêm sendo levadas a diversas outras capitais do Brasil e do mundo, a fim de divulgar a Jornada Mundial da Juventude. A réplica já foi doada a dioceses nas cidades de Roma, Paris, Brasília, Belo Horizonte, Aracaju e Curitiba. Ela é também uma homenagem aos 80 anos do Cristo Redentor, celebrados no ano passado.
 
Para o Padre Omar Raposo, “o monumento leva consigo a importância de Cristo, o Redentor, que se mostra de braços abertos para os jovens de Fortaleza e do Brasil. O Cristo é o símbolo maior do Rio de Janeiro e vai ao encontro das demais culturas e países, mostrando que o Rio é uma cidade aberta e acolhedora”, afirmou.
 
O padre acrescenta que a JMJ irá relembrar valores muitas vezes esquecidos pela sociedade, debatendo temas como ecologia, comportamento e cultura. O pároco do Santuário de Nossa Senhora de Fátima, Padre Ivan de Sousa, explica que a réplica do Cristo Redentor, ficará no santuário para que os fiéis possam visitá-la.
 
“A Jornada Mundial da Juventude é um encontro que articula não só a Igreja de Fortaleza, mas todas as arquidioceses do país de uma maneira única. É um momento em que a juventude se reúne em um encontro marcado pela fé, amor e esperança” – ressalta. Para o padre, bons frutos virão para o Brasil por meio dos jovens que irão participar do evento. Ele defende que, quando estamos perto de Cristo, somos inspirados a fazer boas ações: “É por isso que a réplica estará na Igreja de Fátima, para nos lembrar que o bem deve ser feito, pois boas ações trazem transformação”- avalia.
 
Fonte: Rádio Vaticana