Morre o Cardeal jesuíta Shan, promotor do diálogo inter-religioso

Bispo emérito em Taiwan, cardeal tinha 89 anos

 

fotoFaleceu na manhã de quarta-feira, dia 22 de agosto, aos 89 anos, o jesuíta e bispo emérito de Kaohsiung, em Taiwan, Cardeal Paul Shan Kuo-Hsi (foto). Nascido em 3 de dezembro de 1923, em Puyang, Hopeh, na China (Diocese de Taming), entrou na Companhia de Jesus em 11 de setembro de 1946, em Pequim, onde, em 12 de setembro de 1948 fez os primeiros votos. Foi ordenado sacerdote em 1955, em Baguio, nas Filipinas. De 1959 a 1961 fez Doutorado em Teologia espiritual, na Pontifícia Universidade Gregoriana, em Roma. Em Thuduc, no Vietnã, em 2 de fevereiro de 1963 fez os votos solenes. Com o seu falecimento o Colégio Cardinalício fica agora composto por 207 purpurados, 118 dos quais eleitores e 89 não-eleitores. Os cardeais jesuítas são agora 7.
 
O Papa Bento XVI ficou ‘profundamente triste’ ao saber da morte do Cardeal Paul Shan Kuo-hsi. E na manhã de quinta-feira, dia 23, enviou um telegrama expressando seu pesar ao Bispo de Kaohsiung, Dom Peter Liu Cheng-chung.
 
“Recordo-me com gratidão seus anos de serviço como Bispo de Hwalien e Presidente da Conferência Regional dos Bispos Chineses. Ofereço ao clero, religiosos e fiéis leigos, e à Igreja inteira em Taiwan, as minhas condolências e a certeza de minhas orações”. “Unindo-me a vocês e a todos os que choram por ele, incluindo seus irmãos jesuítas, encomendo a sua alma sacerdotal à infinita misericórdia de Deus, nosso Pai amoroso. A todos os reunidos na missa solene dos funerais, como penhor de paz e consolação no Senhor, concedo de coração a minha Bênção Apostólica”.
 
Em 15 de novembro de 1979, Kuo-Hsi foi eleito bispo de Hwalien, em Taiwan, recebendo a ordenação episcopal em 14 de fevereiro de 1980. Em 1983 foi encarregado das celebrações pelos 400 anos da chegada à China do sacerdote jesuíta Pe. Matteo Ricci. Em 4 de março de 1991 foi nomeado bispo de Kaohsiung, tomando posse da nova diocese em 17 de junho sucessivo. Incansável promotor do diálogo inter-religioso, era bispo emérito de Kaohsiung desde 5 de janeiro de 2006. João Paulo II criou-o cardeal no Consistório de 21 de fevereiro de 1998.
 

Fonte: Rádio Vaticana