Jornada Curitybana e o descobrimento de Curitiba

Alunos do Colégio Medianeira visitaram e conheceram principais pontos urbanos da capital paranaense

 

fotoMuitas vezes ao andarmos pela nossa cidade, esquecemos ou nem notamos, por distração, que aqueles personagens que dão nome às ruas, praças e avenidas, locais que são apenas pontos de referência para nos localizarmos, podem nos ajudar a entender mais sobre o nosso município e Estado. Prédios antigos nos trazem estilos arquitetônicos e a cultura do início do século. Os parques também, além de serem pontos turísticos, mostram um pouco mais sobre as condições ambientais e a modo como a natureza é vista pelos cidadãos de Curitiba.
 
A proposta da Jornada Curitybana, realizada com as turmas de 5º e 6º anos do Colégio Medianeira-PR, é justamente ajudar os alunos a conhecer e observar mais atentamente esses pontos urbanos que, de uma forma ou de outra, acabam construindo a identidade da cidade. 
 
A aula de campo seguiu um cronograma preciso para que se pudesse apreciar ao máximo as peculiaridades dos ambientes. Pela manhã, foram visitados os seguintes locais: a Praça Santos Andrade, a Rua XV de Novembro, a Praça Tiradentes e o Paço da Liberdade. Neste último, os alunos puderam entender um pouco mais, com a ajuda de vídeos educativos e bate-papos organizados pelos funcionários do local, sobre o prédio histórico, que já foi a sede prefeitura da cidade e o antigo mercado municipal.
 
fotoEm seguida, as turmas caminharam até o Largo da Ordem onde puderam conferir a arquitetura dos prédios históricos e o Memorial de Curitiba e apreciar uma ótima refeição nos restaurantes locais.
 
Após o almoço foi o momento de visitar o Parque São Lourenço, caminhar um pouco ao ar livre e apreciar a bela paisagem e entrevistar pessoas que praticavam esportes no local. Para finalizar o dia, uma visita ao Mercado Municipal, revitalizado entre 2008 e 2009 e que está novamente em obras para ampliação. Lá, eles apreciaram todos os aromas e características que encantam qualquer pessoa que caminha por seus corredores, lojas e bancas, e que nos colocam em contato com outras culturas e sabores.