Agosto, mês vocacional

No mês de agosto, a Igreja nos convida, de modo especial, a rezar pelas vocações.

Ir. Tranquilo Fiametti, sj

Claro, como jesuítas somos convidados e até convocados a rezar sempre pela vocação e pelas vocações. É comum nas nossas comunidades dedicarmos, de forma comunitária, um dia especial por semana, para rezar pelas vocações. É uma bonita e louvável atitude onde vamos internalizando valores e fomentamos o cultivo comunitário da vocação e o zelo comunitário pelas vocações na Companhia de Jesus.

Podemos dizer e, com certeza, que a vocação procede e é dom de Deus mas, contudo, precisamos procurá-la e cultivá-la como se “tudo dependesse de nós”. Esta lógica da confiança absoluta em Deus e o discernimento é uma permanente tensão que nos acompanha no dia a dia na missão. O Padre Geral dizia nos critérios para a seleção dos candidatos, “façamos tudo que está em nossas mãos para promover as vocações”. Para isso vamos nos empenhar no cultivo da vocação e encontrar meios para estimular novas vocações para a Igreja e para a Companhia de Jesus. É com este espírito que nos empenharemos de modo pessoal e comunitário a rezar pelas vocações. Vamos rezar também junto às nossas obras, na missão, para que a vocação na Companhia de Jesus prospere.

 

Nos referidos critérios de seleção de candidatos, o Padre Geral nos orienta para estarmos atentos às “qualidades fundamentais para a vida e a missão na Companhia de Jesus”. Ele as classifica em três grupos: “1º, qualidades espirituais; 2º, qualidades na maturação humana e 3º, qualidades para a missão na Companhia”.

 

Penso que o trabalho de animação vocacional não é exclusivo somente para o coordenador do serviço de animação vocacional na Província e dos referenciais dos núcleos. Mas todos somos chamados e convocados a testemunharmos e a animarmos para que novos jovens possam ingressar na Companhia. Quem sabe, na medida que possamos falar um pouco mais, nas nossas obras e missões, quem somos, na forma de realizar o que fazemos, poderia ser um passo para nos dar a conhecer e a encantar um pouco mais. Mas também, para o Padre Geral, a “promoção vocacional é uma parte importante no planejamento da província”. Isso significa que precisamos de discernimento. Peçamos de modo especial neste mês dedicado às vocações que o Senhor da messe continue enviando semeadores para semear a Semente do Reino.

 

Fonte: Informativo BRM